Arquivo: Maio 2010

 

 
 

COMISSÃO DA FAMÍLIA SALESIANA SE ENCONTRA (BPA)

Com a finalidade de refletir, estudar, partilhar aspectos comuns, aprofundar o conhecimento mútuo e viver fraternalmente, estavam presentes Salesianos, Filhas de Maria Auxiliadora, Salesianos Cooperadores, Ex-alunos, Ex-alunas, Canção Nova, Irmãs da Caridade de Jesus, Voluntárias de Dom Bosco, ADMA e Missionárias de Cristo Ressuscitado.

O encontro iniciou com a celebração da eucaristia e em seguida o grupo refletiu sobre a Estreia do Reitor-Mor. Na parte da tarde do dia 28 o grupo foi até a Casa Inspetorial das FMA, onde houve a apresentação de duas grandes figuras da Família Salesiana: Madre Mazzarello e Dom Rua.
Madre Mazzarello se apresentou "ao vivo" na pessoa da Ir. Jacinta Finassi, que relatou traços biográficos de Santa Maria Domingas Mazzarello, numa encenação que ao mesmo tempo era oração, contemplação e vivência da espiritualidade salesiana, que Mazzarello soube viver e transmitir. Do nascimento à Valponasca, do trabalho no campo, da oficina de costura à fundação do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora os participantes foram vivenciando e resgatando aspectos da vida de Maria Mazzarello.


SC Glória Maria Milano - Coord. Provincial BPA

A seguir, o P. Décio Bona apresentou um vídeo contendo aspecto da vida do Bem-aventurado P. Miguel Rua. Os participantes se manifestaram dizendo que é preciso resgatar a figura deste grande discípulo e sucessor de Dom Bosco.
Na manhã do dia 29, cada grupo da Família Salesiana presente no encontro teve a oportunidade de apresentar dados relativos ao andamento do próprio grupo, contando para os demais, experiências significativas que foram realizadas em conjunto ao longo deste ano e do ano passado.


Eucaristia Presidida por P. Asídio Deretti (Vice-Inspetor)
concelebra P. Orestes C. Fistarol (Inspetor BPA)

O P. Orestes Carlinhos Fistarol, Inspetor Salesiano encerrou o encontro, agradecendo a Ir. Maria Ivone Ranghetti, Inspetora Salesiana, que participou pela última vez da Comissão, pois deixará o cargo no final deste ano. Ao mesmo tempo incentivou a todos para que "somem forças, nas alegrias e nas tristezas. Que os membros da Família Salesiana possam intensificar a vida de oração, que todos possam cada vez mais se conhecer e desta maneira possamos nos apoiar mutuamente, com uma grande sinergia positiva".



Ir Ivone Ranghetti - Provincial FMA/BPA
e Ir Jacinta Finassi

(ao fundo) Ir Solange Sanches




REITOR MOR APRESENTA A ESTREIA 2011

Um dado histórico, confirmado pelos quatro evangelistas, é que, desde o início da sua atividade evangelizadora (cf. Mc 1,14-15), Jesus chamou alguns para segui-lo (cf. Mc 1,16-20). Os seus primeiros discípulos tornaram-se assim "companheiros durante todo o tempo em que o Senhor Jesus viveu no meio de nós, a começar pelo batismo de João até o dia em que foi elevado do meio de nós" (At 1,21-22).

Evangelização e vocação são, pois, dois elementos inseparáveis. Antes, o critério da autenticidade de uma boa evangelização é a sua capacidade de suscitar vocações, amadurecer projetos de vida evangélica, envolver inteiramente a pessoa dos que são evangelizados, até fazer deles discípulos e apóstolos.

Após a Estreia de 2010, "Senhor, queremos ver Jesus", sobre a urgência de evangelizar, faço um acalorado apelo à Família Salesiana para sentir a urgência, a necessidade de convocar.

Caros irmãos e irmãs, membros todos da Família Salesiana, convido-vos, por isso, a serem verdadeiros guias espirituais para os jovens, como João Batista que indica Jesus aos seus discípulos dizendo-lhes: "Eis o Cordeiro de Deus!" (Jo 1,36), de modo que eles possam segui-lo, até que Jesus, ao perceber que o seguem, dirige-se diretamente a eles com a pergunta: "Que procurais?", e eles, tomados pelo desejo de conhecer em profundidade quem é esse Jesus, perguntam-lhe: "Rabi, onde moras?" (Jo 1,38), e Ele os convida a fazerem uma experiência de convivência com ele: "Vinde e vede". E eles terão experimentado algo de imensamente belo a partir do momento em que "foram, viram onde morava e permaneceram com ele" (Jo 1,39).

Eis o caminho pedagógico a percorrer

1. Retornar a Dom Bosco

Fazer nossa a sua experiência em Valdocco, que cria um ambiente de familiaridade, de forte valor espiritual, de empenho apostólico e acompanhamento espiritual, sustentado por um intenso amor à Igreja e ao mundo.

Manifestar a beleza, a atualidade e a variedade da nossa vocação salesiana: a vida inteiramente entregue a Deus a serviço dos jovens vale a pena de ser vivida.

Viver a própria vida e ajudar a entender a vida dos outros como vocação e missão. Tudo como um grande dom vivido na centralidade de Deus, na fraternidade entre os consagrados e na dedicação aos mais pobres e necessitados.

2. Para ser Dom Bosco para os jovens de hoje

Viver conscientes e tornar clara a centralidade dos consagrados na realização da missão salesiana. Esta foi a convicção e a experiência de Dom Bosco.

Criar, como em Valdocco, uma cultura vocacional, caracterizada pela busca do sentido da vida, no horizonte da transcendência, sustentada e encorajada por valores profundos, com caráter projetual, para uma cultura da fraternidade e da solidariedade.

Garantir o acompanhamento mediante a qualidade da vida pessoal, a educação ao amor e à castidade, a responsabilidade para com a história, a iniciação à oração, o empenho apostólico.

Fazer do Movimento Juvenil Salesiano lugar privilegiado para um caminho de discernimento vocacional; nele, os jovens experimentam e manifestam como que uma corrente de comunhão ao redor da pessoa de Dom Bosco e dos valores da sua pedagogia e da Espiritualidade Juvenil Salesiana, desenvolvem o voluntariado e amadurecem projetos de vida.

Roma, 31 de maio de 2010.

P. Pascual Chávez Villanueva
Reitor-Mor


NOSSA SENHORA AUXILIADORA
Mãe e Mestra da Família Salesiana

LEIA O TEXTO SOBRE A DEVOÇÃO DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA: Devoção a Nossa S. Auxiliadora


ORAÇÕES POR NOSSO IRMÃO

Com pesar comunicamos o falecimento de um dos nossos Salesianos Cooperadores, SC Ademar de Lima, cuja esposa a Sra. Celina Terezinha também é Salesiana Cooperadora. Eles estão mortando em Rio Negro/PR, próximo de Mafra/SC. Foi hoje 23 de maio, no meio da manhã. Ele já estava há anos sofrendo de insuficiência renal, fazendo hemodiálise  3 vezes por semana. Optaram por morar em Rio Negro pelo fato das filhas morarem lá. São pessoas muito bem quistas.  Rezemos pela família, ele com certeza descansou e já está junto do Pai e de Maria Auxiliadora. Com certeza eses fatos nos fazem repensar em nossa missão, nossa entrega, nosso relacionamento com Deus, com os irmãos.

Deus abençõe a todos, Dom Bosco nos incentive e Maria nos guarde em nossos desafios. Um abraço.

SC Carmen Inês /BPA
(bordados.carmen@yahoo.com.br)

ENCONTRO FORMATIVO NA PROVÍNCIA BRE

Nos dias 15 e 16 de maio na cidade de Natal/RN, 43  Salesianos Cooperadores de 15 Centros Locais da Província BRE participaram do Encontro de Formação  para Coordenadores e Formadores. 
O encontro foi contemplado com palestras sobre o tema cidadania e participação social, a família e a dependência química.
A partilha de conhecimentos, oração, adoração  e o aprofundamento na espiritualidade salesiana fortaleceram o compromisso do salesiano cooperador em relação ao tema do encontro: Levemos o evangelho aos jovens, e ao lema: As característica do rosto salesiano.
O encontro de formação  fortaleceu a posição laical  do Salesiano Cooperador que vem do fato de ser "um verdadeiro salesiano no mundo", ou seja, de ser parte da corrente carismática salesiana e , portanto, de assumir o projeto de Dom Bosco como próprio, como algo que lhe pertence  e viver autenticamente sua vocação.

SC Darclei Tabanela (BRE)


Santa Rita de Cássia
( Itália, 1381-1457)

Suportou durante 18 anos um marido brutal que lhe era infiel e a maltratava, até que conseguiu convertê-lo. Quando este foi assassinado e seus dois filhos juraram vingar-se dos matadores, pediu a Deus que tirasse a vida dos filhos antes que eles cometessem o feio pecado da vingança, e foi atendida. Ingressou depois de viúva num convento agostiniano e ali recebeu na fronte, como privilégio, um dos espinhos da coroa de Nosso Senhor. Sua vida é repleta de milagres e episódios maravilhosos. É a padroeira das mulheres que sofrem com os maridos, e é também chamada "advogada das causas perdidas" e "Santa dos impossíveis”.

(Fonte: "Cada dia tem seu Santo", de A. de França Andrade - Artpress)

TEXTO PARA REFLEXÃO: A vida de Santa Rita


S. Maria Domingas Mazzarello (1837-1881)
Cofundadora do Instituto das FMA
Beatificada no dia 20-11-38
Canonizada no dia 12-06-51


O itinerário histórico-biográfico de Santa Maria Domingas Mazzarello é relativamente breve (44 anos). Pode ser organizada em quatro etapas, marcadas por uma maturação progressiva na vida cristã e consagrada.

A 1ª etapa abrange 13 anos: do nascimento, em Mornese, no Alto Monferrato (1837) até à 1ª Eucaristia (1850). Estes anos transcorreram num ambiente familiar caracterizado por uma sólida vida cristã e por um trabalho incansável no campo. Inteligente, volitiva e dotada por uma rica afetividade, Maria Domingas se abriu à fé, orientada pelos pais e pelo sábio diretor espiritual Dom Domingos Pestarino.

Na 2ª etapa (1850-1860) percebe-se uma particular interiorização da fé, a partir do encontro eucarístico, que a impele a doar sua juventude ao Senhor e a participar intensamente da vida paroquial, de modo especial através da União das Filhas de Maria Imaculada. Aos 23 anos foi acometida pela grave doença do tifo que produziu nela uma grande transformação. Deixa então a vida do campo, não somente por causa da diminuição das forças físicas, mas principalmente pela clara intuição educativa. Dedica-se então à educação das meninas da vizinhança, abrindo uma sala de costura, um oratório festivo e um lar para as crianças sem família.

Na 3 ª etapa (1860-1872)
pode-se vê-la sempre mais aberta aos desígnios de Deus. Em 1864, encontra-se com S. João Bosco. Este encontro foi a resposta plena de Deus à sua ânsia apostólica. Juntos fundam, no dia 05 de agosto de 1872, a nova família religiosa na Igreja, em prol da juventude. Dom Bosco é o Fundador e Maria Domingas, a Co-fundadora.

Na 4ª e última etapa
, de sua vida (1872-1881), Maria Mazzarello exercita sua maternidade espiritual através da formação das Irmãs, das numerosas viagens, visitando as novas fundações, incrementando a expansão missionária do Instituto, pela palavra escrita e pela doação cotidiana de sua vida, consumando-a no exercício da “caridade paciente e benigna”.

Faleceu em Nizza Monferrato, no dia 14 de maio de 1881. Deixou às suas filhas uma sólida tradição educativa. Deus conferiu-lhe o dom do discernimento, tornando-a uma mulher simples e sábia. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 13 de maio.

FONTE: http://www.cgfmanet.org


09 DE MAIO DE 1876

Nesta data com o Breve "Cum sicuti", o Papa Pio IX reconhecia de fato a Associação dos Salesianos Cooperadores.

A Associação dos Salesianos Cooperadores, cuja sede central se encontra em Roma, foi fundada por Dom Bosco.

É uma Associação Pública de Fiéis que participa no patrimônio espiritual da Sociedade de São Francisco de Sales, dedicada na Igreja a um vasto apostolado juvenil e popular. Tem como moderador supremo o Reitor-Mor dos Salesianos de Dom Bosco.


Nesta data significativa, a Conselheira Mundial SC Ramona Salinas envia sua mensagem:
"Los invito a unirnos en oración, pidiendo a María Auxiliadora que renueve nuestro entusiasmo, alimente nuestro ardor apostólico, nos haga crecer en unidad, multiplique nuestras obras y haga fecundo nuestro trabajo de evangelización... de manera que vayamos creciendo en Santidad y conduciendo a otros por este camino".


CENTRO LOCAL
DE CAMPOS DOS GOYTACAZES (BBH)

De 2007 a 2009 os Salesianos Cooperadores de Campos dos Goytacazes trabalhavam em situação muito precária na Comunidade da Aldeia, nosso trabalho era literalmente no tempo já que o único local coberto era a Capelinha, desta forma em agosto de 2009 lançamos uma campanha para construir uma varanda de 37 m2, sala 25 m2 e 2 banheiros para melhor desenvolver nossas atividades (catequese, brincadeiras pedagógicas, formação de cidadania etc.). Com ajuda de vários amigos conseguimos erguer este espaço, ainda não estão totalmente concluídos faltam os detalhes (pintura, telhado, alguns móveis), mas nada que nos atrapalhe a desenvolver nossos trabalhos onde iniciamos em abril/2010.

SUA CONTRIBUIÇÃO PODE AJUDAR TODAS ESTAS CRIANÇAS.
Entre em contato com o Centro Local de Campos dos Goytacazes na Província de Belo Horizonte. Proporcionar uma educação para nossas crianças é garantir a vida!

SC Edilma Souza da Silva
(esouzas2008@gmail.com)

 
 



® 2006 Salesianos Cooperadores Brasil - © Todos os direitos reservados

 
     
CONSULTA REGIÃO BRASIL
Secretaria Executiva Regional
secretaria@salesianoscooperadores.org
administracao@salesianoscooperadores.org
formacao@salesianoscooperadores.org
delegada_fma@salesianoscooperadores.org
delegado_sdb@salesianoscooperadores.org
Coordenadores Provinciais
coordenacao_bre@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bbh@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bsp@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bpa@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bcg@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bma@salesianoscooperadores.org
sscc@salesianoscooperadores.org



Conselho Mundial
SDB Casa Geral
FMA Casa Geral
Vaticano
CNBB
União pela Vida
Ex-Alunos Mundial
 
         
www.sdb.org www.sdb.org/cooperatori