Arquivo: Janeiro 2010


SONO PLÁCIDO

Estava-se na véspera de uma festa solene. Dom Bosco confessava na sacristia; era meia noite e muitos dos rapazes ainda esperavam pela sua vez.

Cansado pelo duro trabalho do dia e esgotado por ter passado a noite anterior em claro, cedeu pouco a pouco ao sono e a sua cabeça foi pousar muito de leve sobre o ombro do pequeno penitente que confessava as suas insignificantes misérias de criança.

No primeiro instante o menino ficou espantado, mas depois, satisfeito por servir quase de apoio a um padre tão santo, tomou imenso cuidado para não fazer o menor movimento. E assim imóvel, quietinho, acabou adormecendo também placidamente.

Naturalmente, a espera prolongou-se mais do que de costume e os que esperavam adormeceram por sua vez. Assim, confessor e penitentes entraram sem saber numa competição de sono.

As duas horas da madrugada o Santo despertou e, vendo o rebanho adormecido aos seus pés, acordou todos sem cerimônia e mandou-os para a cama, adiando as confissões para quando já fosse o dia.

No entanto, a coisa se espalhou pelo Oratório e todos riram com Dom Bosco da aventura divertida.

(Do livro: Os sorrisos de Dom Bosco
do P. Luiz Chiavarino)


FESTA DE DOM BOSCO
SAUDAÇÃO DA SEM

La Festa di Don Bosco ci unisce di nuovo e ci invita di tornare a Lui per poter tornare di nuovo ai giovani d’oggi. Con questi sentimenti auguriamo buona FESTA DEL NOSTRO PADRE E FONDATORE DON BOSCO a tutti voi.

Con affetto salesiano

SC Rosario MAIORANO
Coordinatore Mondiale e gli altri membri della SEM


CENSO DA CONGREGAÇÃO SALESIANA

(ANS – Roma) – Apresentados em 25 de janeiro, os dados estatísticos da Congregação Salesiana, atualizados em 31 de dezembro de 2009. 15.952 os Salesianos no mundo, incluídos os bispos e os noviços.

Entre os temas que o Conselho Geral estudou no encerramento dos trabalhos da sessão plenária de inverno estiveram também as estatísticas da Congregação, atualizadas em 31 de dezembro de 2009.

Dos dados chegados das 92 Inspetorias e Visitadorias, como são chamadas as circunscrições religiosas em que está organizada a Congregação, emerge que, no mundo, os salesianos professos são 15.465, compreendidos os bispos. Os noviços, presentes nos noviciados no final de dezembro de 2009, eram 487. O número completivo (professos + noviços) é de 15.952, -142 (menos cento e quarenta e dois) relativamente a 2008.

Em detalhe, os professos perpétuos são 13.084, compreendidos os bispos; e 2.381 os salesianos com votos temporários.

Os neoprofessos salesianos coadjutores em 2009 foram 39 (8,95% do número total dos neoprofessos do ano); e os neosacerdotes, 195.

Considerando as Regiões – conjunto de várias Inspetorias ou Visitadorias – observa-se um crescimento mais sensível na Região salesiana Ásia Sul. Cresce também a Região salesiana África-Madagascar. A Região salesiana Ásia Leste-Oceânia permanece quase estável. As demais Regiões estão todas em diminuição, sendo o descenso mais acentuado nas da Europa.

As Inspetorias e Visitadorias são 92, uma a menos relativamente a 2008, porque a Visitadoria do Canadá (CAN) foi integrada na Inspetoria dos Estados Unidos-Leste (SUE). As Nações em que os Salesianos de Dom Bosco estão presentes são 130. No decurso de 2009 acrescentou-se a presença no Bangladesh, embora ainda não tenha sido canonicamente erigida.


CARTA DE IDENTIDADE
DA FAMILIA SALESIANA

A Família Salesiana, após encerrar a 28ª edição dos Dias de Espiritualidade, tem agora pela frente a tarefa de fortalecer-se na “sequela Christi” e de levar o Evangelho aos jovens. Apresentadas pelo Reitor-Mor as provas da Carta de Identidade da Família Salesiana. (...)

O último dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana, domingo, 24 de janeiro, foi marcado por duas celebrações: pela Eucaristia e pelas conclusões.

Comentando as leituras do III Domingo do Tempo Ordinário, o Reitor-Mor sublinhou que uma das dimensões mais características do cumprimento da missão messiânica de Jesus, o amor de predileção pelos mais necessitados, é o ”hoje”: “Esta é a novidade de Jesus. Iniciaram-se com Ele os últimos tempos, que se prolongam pelo tempo da Igreja e pelo nosso”.

O comportamento de Jesus é um convite – disse o P. Chávez, dirigindo-se aos membros da Família Salesiana presentes – a plasmar-se a si mesmos, “como pessoas e como comunidades, como grupos e como toda a Família Salesiana, a plasmar a nossa vida e a nossa atividade educativo-pastoral pela Sua, acompanhando o anúncio evangélico com a solicitude pela promoção humana e com a criação de uma cultura cristã”. De aqui brota para os 28 grupos da Família Salesiana o empenho por “levar aos pobres, aos pequenos, aos necessitados, aos jovens, um jubiloso anúncio de salvação, que dê esperança e futuro às suas vidas; cabe a nós personificar Jesus para os nossos jovens, de modo que se possa dizer como em Nazaré: «Cumpriu-se hoje esta Escritura»”.

Fez-se a seguir na Aula Magna do Salesianum o encerramento oficial da 28ª edição dos Dias de Espiritualidade: uma autêntica celebração da Palavra, durante a qual foram apresentados os resultados dos trabalhos de grupo, compromissos que as várias realidades da Família Salesiana são chamadas a fazer próprias. Grande o desejo de fazer funcionar as Consultorias locais e inspetoriais. Estes organismos de participação, compostos por representantes dos grupos presentes no território, têm a tarefa de coordenar uma pastoral cada vez mais evangelizadora.

O Reitor-Mor voltou a pedir, como já o fizera no comentário à Estréia-2010, uma autêntica missão juvenil a ser realizada no respeito aos programas e peculiaridades de cada Inspetoria e País.

O P. Chávez apresentou oficialmente o esboço da “Carta da Identidade da Família Salesiana”. É este mais um passo para fazer da Família Salesiana um autêntico movimento, oficialmente reconhecido pela Igreja, para a salvação dos jovens. O documento será agora enviado aos vários Conselhos dos Institutos, das Congregações e das Associações que compõem a Família Salesiana para que seja estudado, reelaborado e compartilhado.

(ANS – Roma)


   São Francisco de Sales, pastor cheio de zelo e mestre de caridade, inspirou Dom Bosco com seu humanismo otimista e sua dedicação absoluta ao cuidado pastoral das almas. Em 1854 Dom Bosco declarou: “Nossa Senhora quer que criemos uma Congregação.
   Decidi que nos chamaremos Salesianos.
   Colocamo-nos sob a proteção de São Francisco de Sales, com a finalidade de participar da sua imensa amabilidade”.
Em 1854, Dom Bosco deu o nome de “Pia Sociedade de São Francisco de Sales” ao primeiro pequeno grupo de 17 jovens que desejavam seguir os seus passos trabalhando pela juventude.


A 28ª edição dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana iniciou com uma sentida e profunda lembrança das vítimas, salesianas e não salesianas, do terremoto que no dia 12 de janeiro último assolou o Haiti. O P. Adriano Bregolin, Vigário do Reitor-Mor e primerio animador da Família Salesiana, introduziu aos trabalhos convidando os participantes a rezarem em silêncio por todas as vítimas do terremoto: crianças, adolescentes, jovens, salesianos, povo...

“Levar o Evangelho aos Jovens! – relembrou o P. Bregolin, referindo-se ao tema da Estréia para 2010 –. A esses Jovens concretos, de hoje, nós os temos bem presentes. São os jovens já fartos por mil coisas, mas ainda esfaimados de sentido de vida; são os jovens que têm de tudo para se divertir e todavia se sentem infelizes. Outros, muitos, são jovens pobres, com freqüência embrutecidos por inaceitáveis condições de vida: são os jovens privados dos direitos fundamentais, quais a identidade, a saúde, a educação, a liberdade”.

A primeira relação foi confiada ao P. Giannantonio Bonato, cuja palestra – “Educar ao desejo” – marcou o primeiro passo da caminhada que os participantes nos Dias de Espiritualidade iniciaram: educar os jovens a explicitar o seu desejo de ver Jesus, tal como o fizeram os gregos ao apóstolo Filipe: “Queremos ver Jesus”.

O P. Bonato precisou que falar de espiritualidade significa falar de educação; e a educação deve fundar e refundar uma antropologia que disponha ao desejo de se encontrar com Deus. Concluindo, afirmou o salesiano e diretor da obra de Bolzano: «É bem pouco provável que ouçamos dizer ‘Queremos (desejamos) ver Jesus’ se não tivermos a inteligência e a paciência de os educar ao desejo. Aqui, educação e evangelização se deparam com um dos mais decisivos pontos de encontro. Aqui, mais do que nunca, é verdadeiro o adágio salesiano: ‘evangelizar educando’ e ‘educar evangelizando’».

De noite foi projetado o vídeo da Estréia para 2010. Seguiu-se a boa-noite do IX Sucessor de Dom Bosco. O P. Chávez partilhou com a assembléia a experiência da sua caminhada rumo a Santiago de Compostela, feita lado a lado com o seu Vigário, P. Adriano Bregolin. Aprendeu cinco ensinamentos, que valem também para a caminhada do educador cristão e salesiano:
• pôr à prova a própria resistência,
• caminhar junto com os outros,
• pensar e dialogar com os colegas de viagem,
• deixar que brote do coração a oração de graças e louvor,
• levar consigo somente o essencial para chegar à meta.

Será possível acompanhar o desenvolvimento dos Dias de Espiritualidade pelo site www.sdb.org, que está ativando, também neste ano, uma seção com o programa, os textos, as fotos e os breves vídeos informativos.

(ANS – Roma)


SENHOR, QUEREMOS VER JESUS

A Estréia do Reitor-Mor à Família Salesiana para 2010 está acompanhada de um pôster temático.

No centro da imagem dois elementos: um jovem e o enunciado da Estréia 2010.

O jovem evoca um gesto de João Paulo II ocorrido em 1° de junho de 1980 durante a sua primeira viagem à França (30 de maio-2 de junho). O gesto comenta e enfatiza o versículo do evangelista João que introduz o enunciado da Estréia 2010: «Senhor, queremos ver Jesus». É o desejo dos gregos que dirigem ao apóstolo Filipe para poderem ver Jesus. O Reitor-Mor, colhendo o pedido, coloca-o no coração dos jovens e, segundo o texto, exorta os grupos da Família Salesiana a fazer-se, à imitação do P. Rua, “discípulos autênticos e apóstolos apaixonados” para levar o Evangelho aos Jovens.

O jovem veste uma camiseta na qual está serigrafado o quadro de Sieger Koeder, pároco emérito da Diocese de Rottenburg-Stuttgart, Alemanha, intitulado “Dom Bosco Titereiro”. A imagem, escolhida pelo P. Chávez para comentar a Estréia 2010, exprime toda a criatividade e a missão de Dom Bosco, que foi um grande evangelizador, um sinal do amor de Deus pelos jovens. O pôster é mais uma criação visual de Fabrizio Emigli, que também foi autor dos precedentes pôsteres da Estréia. Do trabalho e da seleção participou o mesmo P. Pascual Chávez.

Clique no link para acessar o arquivo com os comentários do Reitor Mor: Estreia 2010 - Comentários

Clique no link para acessar o arquivo em powerpoint elaborado pelo SC Antônio R. da Silva (BSP): Estreia 2010.pps



CARTA DO
P. PASCUAL CHÁVEZ SOBRE O HAITI

Prot. 10/0045

Caríssimos Inspetores,
Caríssimos Irmãos dos Conselhos Inspetoriais,
Caríssimos Irmãos todos,

Acredito que, nestes dias, todos vocês seguiram com atenção e compaixão o grande drama de Haiti. O terremoto do dia 12 de janeiro foi de violência inaudita e semeou morte e destruição. São muitíssimos os mortos, milhões os sem teto, e acrescente-se a isso tudo a total desestabilização de um país agora sem estruturas concretas de governo.

Para nós Salesianos, as perdas mais graves são, obviamente, as das vidas humanas de muitíssimos de nossos jovens, meninos e crianças (cerca de 500) e de três dos nossos Irmãos.

O sismo destruiu praticamente todas as nossas obras de Porto Príncipe. A Casa inspetorial ficou gravemente danificada e praticamente inabitável. A Escola Profissional ENAM foi totalmente destruída. As Petites Ecoles do Padre Bonhem desmoronaram. A Casa para os meninos de rua "Lakay" foi destruída. O Pós-noviciado e o Centro de estudos de Filosofia (também para religiosos de outras Congregações) está totalmente inabitável e deverá ser abatido e reconstruído. O Centro de Thorland está semidestruído: caíram os pavilhões normalmente dedicados à acolhida dos Irmãos e grupos de Jovens. A escola de Petion Ville está seriamente danificada. Encontrarão disso tudo testemunhos fotográficos nas reportagens de ANS. Acrescentem-se ainda todos os danos sofridos pelas Casas da FMA.

Nossos Irmãos de Haiti estão duramente provados, mas sem dúvida estão olhando para nós. Estão invocando ajuda e apoio que permitam a Dom Bosco continuar a sua obra nessa nação e dê a eles mesmos um sinal de esperança na continuação da sua caminhada de Salesianos. Há dias, eles vivem reunidos ao aberto, entre milhares de pessoas. Estamos muito gratos à Inspetoria de Santo Domingo que se fez "próximo", fazendo chegar rapidamente alimento e gêneros de primeira necessidade, e recebendo um irmão gravemente ferido.

Esta minha carta quer ser um caloroso e, ao mesmo tempo, forte apelo à solidariedade da nossa Congregação Salesiana. Como numa família todos se dobram diante de um filho doente, assim também, movidos por grande "com-paixão" queremos assumir essa necessidade extraordinária e socorrer concretamente esta pequena Visitadoria tão duramente provada.

Gostaria de lhes dizer da minha alegria ao ver que as Inspetorias mais pobres (da África, Ásia e da América) foram as que responderam mais pronta e espontaneamente ao apelo à solidariedade.

Convido, pois, todas as Inspetorias e Casas Salesianas do mundo a enviarem uma ajuda significativa para estes nossos irmãos que estão em estado de absoluta necessidade. Depois das primeiras emergências (alimento, água, sistematização provisória...) dever-se-á pensar num plano de reconstrução que exigirá muitas energias e muitos recursos. Dirijo-me a todos e, com mais insistência, às Inspetorias que dispõem de meios maiores. Garanto-lhes em nome de Dom Bosco que o Senhor abençoará esse gesto de caridade. Sejam generosos, portanto, mesmo à custa de fazer "esperar" algum projeto particular!

Como viram, a Congregação indicou para os benfeitores externos uma conta especial da Procuradoria de New Rochelle. Para as suas doações, peço-lhes que as enviem diretamente à Direção Geral, esclarecendo na justificativa a destinação das ofertas para Haiti. Isso para uma intervenção mais imediata e direta que, pessoalmente, concordei com o Inspetor de Haiti.

Caríssimos, acredito que o nosso Pai Dom Bosco haveria de nos desafiar neste momento a sermos radicais e termos total confiança na Providência. Por isso, em nome de Dom Bosco, eu lhes estou fazendo este pedido em nome dos nossos irmãos mais pobres!

Sou reconhecido a todos por aquilo que farão. Deus os abençoe. Este será o modo mais belo de exprimir a nossa fidelidade ao nosso Pai comum, por ocasião da Próxima Festa de Dom Bosco.

Nele lhes expresso o meu grande afeto e a minha estima

Roma, 18 de janeiro de 2010.

P. Pascual Chávez Villanueva, SDB
Reitor-Mor


UM EXEMPLO DE VIDA

Notícia publicada por ocasião do falecimento da Dra. Zilda Arns pela Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil.

São Paulo (SP) - Por volta das 11 horas de hoje, eu estava dirigindo em pleno trânsito caótico de São Paulo, ouvindo a Rádio CBN, como costumo fazer, acompanhando os constantes boletins informativos sobre a situação do trânsito. E, eis que ouço a triste notícia do falecimento da Dra. Zilda Arns, também vítima do terremoto que ceifou muitas vidas no Haiti, entre elas, a de mais onze militares brasileiros da missão pacificadora da ONU. (...)

Por Frei Regis Daher - São Paulo (SP) e Frei Guido Moacir Scheidt - Curitiba (PR)

Leia o artigo completo clicando no link: O Significado de Zilda Arns - Um exemplo de vida


COMUNIDADE DA MISSÃO DE DOM BOSCO
Novo Grupo da Família Salesiana

(ANS – Roma) – Às vésperas da 28ª edição dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana, o Reitor-Mor e o seu Conselho acolheram no dia 15 de janeiro o pedido da “Comunidade da Missão de Dom Bosco” (CMB) para pertencer à Família Salesiana.

A CMB, fundada em 1982, está presente em cinco nações - Itália, Madagascar, Chile, Burundi, Argentina - onde administra várias atividades e obras em favor de crianças e adolescentes, sobretudo mais pobres. Juridicamente se constitui em 1994 na presença de um tabelião. Em 2001 obtém a aprovação `ad experimentum` da Igreja de Bolonha e em 2004 a definitiva, como associação privada de fiéis, segundo o Direito Canônico.

“Para nós é uma grande e profunda alegria; porque participamos, agora de modo mais definido e claro do carisma salesiano, segundo a nossa original identidade – declara Guido Pedroni, Custódio Geral CMB –. Somos muito agradecidos pelo dom espiritual recebido desde as nossas origens e para podermos viver concretamente a nossa fé, a serviço da Igreja, a fim de contribuir no crescimento humano e cristão dos jovens”.

A Comunidade da Missão de Dom Bosco” é o 28º grupo da Família Salesiana e se prepara para viver, em Roma, no Salesianum, de 21 a 24 de janeiro, a 28ª edição dos Dias de Espiritualidade.

O evento, como nos últimos anos, poderá ser acompanhado pelo sítio sdb.org, onde estarão disponíveis os textos das palestras, fotos e vídeos.



 
 


COMUNIDADE DA ALDEIA

Amigos(as),

Quando se inicia um ano sonha-se com muitas coisas.
Em 2009 os Salesianos Cooperadores  de Campos sonharam  em trabalhar para dá melhor dignidade as crianças e adolescentes da Comunidade da Aldeia, mas este sonho só se tornou realidade com ajuda de vários amigos (as). Graça à sua contribuição que conseguimos trocar os portões e consertar o banheiro, em janeiro de 2010 estaremos aumentando nosso espaço ("puxadinho").

Domingo (20/12/2009) tivemos um enceramento maravilhoso, distribuímos para cada criança 02 presentes, kit de higiene (pasta, sabonete e escova), lanche (biscoito, guaravita e todinho). Lembramos que são 110 crianças e adolescentes, vejam a felicidade deles nas fotos em anexo.

Agradecemos a você que acredita em nosso trabalho, obrigada por acreditar que todo ser humano é recuperável principalmente as crianças e adolescentes.



SC Edilma Souza da Silva
Centro Local CAMPOS/RJ (BBH)


ACONTECEU, ...MAS É BOM RECORDAR!

(CHILE) 51 salesianos cooperadores, provenientes de sete cidades situadas em áreas do norte, centro e sul do país, participaram do encontro anual da Associação, feito de 23 a 25 de outubro na casa de retiros “Nazaré”, de Puerto Montt.

No dia 23, sexta-feira, a coordenadora do centro Maria Auxiliadora, de Puerto Montt, Jovita Altamirano, deu as boas-vindas com as palavras do Evangelho de São João: “Sem mim não podeis fazer nada” (Jo 15,5). “Enche-nos de orgulho ver esta sala apinhada de gente, que, com esforço e sacrifício, viajou de todo o Chile até Puerto Montt para estar unida num só ideal: Cristo com Dom Bosco” – disse a coordenadora.

Sábado os participantes puseram-se a par da nova organização de zonas, através da exposição de Bernardo Castillo, colaborador do Conselho Provincial. Sucessivamente José Ramón Fincheira, membro do Conselho Provincial e Encarregado Nacional para a Formação, conduziu a reflexão sobre o Documento de Aparecida. A dia encerrou-se com propostas para o trabalho por zonas em 2010, e com outras iniciativas com que enfrentar a restauração em vários âmbitos operacionais.

Domingo procedeu-se à Prestação de Contas Anual por Áreas da Associação. Falaram os responsáveis dos vários setores: administrativo-econômico, de Família Salesiana, de apostolado, de formação e de comunicação. A seguir, Sergio Suazo, Coordenador Provincial, fez uma síntese dos relatórios e traçou as linhas de desenvolvimento para o futuro. O dia findou com a Santa Missa celebrada pelo P. Luis Burgos, Assessor Nacional.

O Coordenador Provincial sublinhou outrossim a importância de poder trabalhar com um diretório aprovado e partilhado, no contexto da inspetoria do Chile, reconhecido e apreciado também pelo Conselho Regional e Mundial.

(NOTICIA PUBLICADA NA ANS)


 

® 2006 Salesianos Cooperadores Brasil - © Todos os direitos reservados

 
     
CONSULTA REGIÃO BRASIL
Secretaria Executiva Regional
secretaria@salesianoscooperadores.org
administracao@salesianoscooperadores.org
formacao@salesianoscooperadores.org
delegada_fma@salesianoscooperadores.org
delegado_sdb@salesianoscooperadores.org
Coordenadores Provinciais
coordenacao_bre@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bbh@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bsp@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bpa@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bcg@salesianoscooperadores.org
coordenacao_bma@salesianoscooperadores.org
sscc@salesianoscooperadores.org



Conselho Mundial
SDB Casa Geral
FMA Casa Geral
Vaticano
CNBB
União pela Vida
Ex-Alunos Mundial
 
         
www.sdb.org www.sdb.org/cooperatori