Arquivo: Julho 2008



XIII CONGRESSO PROVINCIAL (BCG)

18 a 20 de julho de 2008
CAMPO GRANDE - MS

TEMA: Projeto de Vida Apostólica (PVA)
SANTIDADE NA COMUNHÃO E MISSÃO.




ESTIMADOS IRMÃOS E IRMÃS.

É uma alegria imensa poder estar na companhia de vocês nestes dias.
Retornando à Campo Grande, espero perceber a vigorosa vida da Associação dos Salesianos Cooperadores nesta Província.

A primeira vez que aqui cheguei, foi em 1992 quando aconteceu aqui um dos nossos Congressos Nacionais e, registra-se que até hoje, aqueles que participaram recordam efusivamente dos dias que aqui passaram, num ambiente alegre, acolhedor, esperançoso de um apostolado significativo.

Quando soube em abril em nossa reunião da Consulta Região Brasil realizada em São Paulo, da realização deste Congresso Provincial, me comprometi com a Coordenadora Provincial SC Giselda, de estar aqui com vocês.

Nossa Associação está vivendo um tempo novo.

Um tempo de fortes questionamentos internos nos diversos níveis da associação, especialmente para uma organização eficiente que conduza eficazmente nosso apostolado ao ideal sonhado por nosso Fundador.
É um tempo de exigente transformação pessoal e grupal.
É um tempo para olhar à frente, não esquecendo o passado e as experiências vividas no presente.
É um tempo de conversão associativa, de retorno às origens, de retorno ao coração de Dom Bosco.

Este Congresso adota o tema do PVA, refletindo sobre a santidade na Comunhão e na Missão.
Dom Bosco, entre os dias 08 e 09 de abril de 1886 relatou em lágrimas um sonho que teve aos Padres Miguel Rua e P. Viglieti.
Neste sonho, rodeado por jovens, alguns acenavam placas em que estavam escritas nomes de cidades pelo mundo afora: Valparaíso, Pequim,... Dom Bosco diz aos seus jovens que estariam em muitos lugares pelo mundo mas precisaria de missionários.

Ele fez o convite aos jovens e o faz também a nós aqui.
Queremos ser santos? (PVA - Estatuto art.41)
Comunguemos entre nós. Comunguemos na missão original. Comunguemos a relação vivenciada do Oratório. Aí sim, seremos verdadeiramente missionários entre os jovens.

Sejamos santos, meus irmãos, em atos e palavras.
Saibamos amar e nos deixarmos amar.

Nossa Mãezinha Auxiliadora, nos proteja.
Que o espírito Mornesino e Bosquiano sejam nossa marca indiscutível no cotidiano.

Afetuosamente lhes desejo um ótimo Congresso na Comunhão e na Missão, pois “Salesiano Cooperador: é hora de testemunhar.”

SC Luiz Marcos Schatzmann.
Conselheiro Mundial Região Brasil.


Boas Vindas.

Com muita satisfação, o Conselho Provincial dos Salesianos Cooperadores da Inspetoria Santo Afonso Maria de Ligório, realiza o XIII Congresso dos Salesianos Cooperadores, cujo tema é: Projeto de Vida Apostólica (PVA): Santidade na Comunhão e Missão, que é na própria essência o Projeto de Vida Apostólica.

Nestes três dias estaremos vivenciando o “novo regulamento” que se encontro “ad experimentum” para os próximos quatro anos. Palestras, estudos de grupos e proposições preparadas pelos Centros Locais de Araçatuba, Corumbá e Cuiabá estarão neste congresso sendo socializados.

O mundo se encontra em constantes mudanças e evoluções e nós, Salesianos Cooperadores, somos convocados a viver este Projeto com intensidade pessoal, pois trata-se de um Projeto de Santidade, de acordo com o ideal de vida espiritual e apostólica difundido por São João Bosco, para o qual é só na escuta dócil e na disponibilidade da ação divina que se pode interpretá-lo e torná-lo também neste nosso tempo, atual e fecundo.

Sob a proteção de uma Mãe carinhosa,
Nossa Senhora Auxiliadora e
São João Bosco,

Um feliz Congresso à todos.

SC Giselda M.S. Figueiredo
Coordenadora Provincial BCG

Prezados irmãos Salesianos Cooperadores.

Este é um momento muito especial para vocês que aderiram ao chamado para participar deste Congresso.

Serão dias de encontros, de escuta e de aprofundamento do PVA que lhes oferece um autêntico caminho de santificação, conforme as exigências da Igreja e do mundo de hoje, e que está em suas mãos para posteriormente ser aprovado, em Roma, no próximo Congresso Mundial.

Um dos temas a ser abordado neste Congresso, e que coube ao Centro de Cuiabá apresentar é o da santidade no empenho apostólico.

O fundamento deste empenho é a santidade pessoal, a escuta dócil ao Espírito que liberta e transforma o coração.

A Santidade é o dever essencial e prioritário do Salesiano Cooperador. Essa é a melhor contribuição que vocês podem dar a evangelização e ao serviço em favor das famílias e de seus filhos.

Sua ação tornar-se-á eficiente se forem capazes de uma presença que questione, que seja fermento no contexto social, que saiba tornar visível a amorevollezza de Dom Bosco para com os pobres indo ao encontro dos jovens onde estão, fazendo do carisma salesiano seu estilo de vida “seguindo Jesus Cristo, Homem perfeito enviado pelo Pai para servir aos homens no mundo”. (PVA Art.7 §1)

Queridos Cooperadores, tenham diante da realidade juvenil um “coração que ama” para ajuda-los a ter um “coração que veja” o profundo desejo de Deus que existe no coração dos jovens e ajuda-los a encontrar esse Deus que ama e que liberta.

Bem vindos. E bom trabalho para todos.

Ir. Dirce Nunes da Costa.
Delegada Provincial FMA - BCG

Minha saudação de boas vindas a todos, a este XIII Congresso Provincial de Salesianos Cooperadores!

Meus augúrios de um feliz encontro!

Sou feliz por abrir este Congresso, já que, entre as preocupações do Inspetor como centro de unidade inspetorial da Família Salesiana, está a responsabilidade de promover a animação para o crescimento dos vários grupos que compõem o Movimento Salesiano desta região.

No contexto do Capítulo Geral XXVI cujo tema “da mihi animas cetera tolle” impulsiona os Salesianos a partir, mais uma vez, de Dom Bosco para ser fiel ao carisma a nós confiado, este Congresso é muito significativo. Também vocês se programaram para aprofundarem, neste encontro, aquilo que os caracteriza e os particulariza na Igreja e na Família Salesiana: “o Projeto de Vida Apostólica: santidade na comunhão e na missão dos Salesianos Cooperadores”.

A santidade não é só uma palavra de moda, mas a grande vocação a que todo cristão é chamado a assumir e a viver como meta da própria plenitude em Jesus Cristo.

A comunhão e a missão não são apenas palavras de desejo, mas o caminho concreto a trilhar para construir e atingir essa santidade.

Toda vocação específica na Igreja é para Dom Bosco, tarefa de santificação.

Assim, toda pessoa que é chamada para viver a própria vocação na Família Salesiana assume este empenho como apelo intransferível.

Membro de um vasto movimento de família religiosa carismática, o Salesiano Cooperador realiza a busca de ssa santidade na comunhão com os irmãos e as irmãs de outros grupos, e unidos na missão, ainda que na diversidade das atividades e no acento diverso da mesma missão juvenil salesiana.

Creio poder indicar, ainda que de modo imperfeito, os aspectos a que se aterem para reforçar melhor a identidade própria da Associação e a própria identidade pessoal como Salesiano Cooperador:

Crescer e se organizar sempre melhor como um grupo autônomo, como braço laical que é da Família Salesiana. Um grupo mais autônomo na organização do seu funcionamento ordinário nas reuniões, e buscando também um caminho de auto-sustentação econômica do próprio grupo local e provincial.

Nos Centros Locais, buscar uma renovada ação de promoção de novas vocações e de vocações novas de Salesiano Cooperador. É preciso encontrar um caminho de organização da Associação que atraiam jovens para fazerem parte dos grupos locais. Hoje, mais do que em outros tempos, é preciso que a missão juvenil salesiana seja também, mais do que nunca, uma pastoral familiar de jovens casais. Este é o espaço de uma nova presença. Se isto acontecer como fruto do carisma salesiano vivido como testemunha, será a glória de Deus porque de bem para os nossos destinatários.

Enfim, o desafio sempre atual de tornar “novas”, isto é de nova mensagem, as atuais presenças, como, por exemplo, a inserção mais eficiente nas pastorais das paróquias, das dioceses, a inserção nas estruturas sócio-políticas do território e nos MCS.

Tudo isso requer a disponibilidade para se cultivar uma mentalidade aberta, de sinergia e de fraterna união com os demais membros dos grupos da FS, para viabilizarmos juntos os ideais da Carta de Comunhão e da Carta de Missão da Família Salesiana de Dom Bosco.

Um bom Congresso! Que a fraternidade e a alegria salesiana sejam a tônica destes dias e de muitos outros que estaremos vivendo onde a Providência Divina nos chama e nos envia para os jovens.

Muito Obrigado!

P. Lauro Takaki Shinohara
Inspetor SDB/BCG







Irmãos e irmãs,

Devo confessar que estou surpreso. Estava um tanto pessimista quanto à realização do Congresso, com receio de não termos “quorum”, devido a vários fatores: a crise econômica, as fichas de inscrição tardias, algumas crises pelas quais passam alguns grupos, etc...Dou graças a Deus e ao esforço que foi feito para que estivéssemos aqui neste fim de semana. Demos a nossa resposta ao chamado de Deus e de D. Bosco.

Estamos vivendo um momento histórico na Família Salesiana:

1. O Capítulo Geral 26 SDB, em Roma, no início deste ano, com seu tema especial sobre o retorno a D. Bosco, com seu lema “Dai-me almas e ficai com o resto”;

2. 125 anos de presença salesiana no Brasil, comemorado no dia 16 p.p. de julho em Niterói-RJ;

3. O nosso Congresso Provincial, estudando os temas fundamentais do PVA, aprovado recentemente “ad experimentum”;

4. Os 150 anos do nascimento da Congregação Salesiana em 2009. Será o ano celebrativo de nossa identidade carismática, iniciando também a peregrinação da urna de D. Bosco por todas as Regiões de nossa Congregação. Assim, se abre também o bicentenário de seu nascimento a ser celebrado no ano de 2015.

Será uma forma de “re-partir de D. Bosco”, Fundador dos Salesianos, da Família Salesiana e do vasto Movimento Salesiano.

5. A Estréia para 2009 sobre a Família Salesiana. Será um estimulo para considerar nosso papel dentro do “vasto movimento de pessoas que, de várias maneiras, trabalham para a salvação da juventude”.

As inspetorias do Brasil e do mundo estarão se preocupando com a animação destas datas, envolvendo toda a Família Salesiana.

6. O Congresso da Região Brasil: de 18 a 21 de setembro em Porto Alegre (RS), os responsáveis inspetoriais pela animação dos SSCC estarão reunidos para estudarem o tema: “PVA: Promessa pessoal, compromisso associativo”;

7. O Congresso Nacional dos SSCC: de 23 a 26 de julho de 2009 em Recife (PE) com tema: “Salesiano cooperador: é hora de testemunhar”.

Nessa época de mudanças e “mudança epocal”, a Igreja no Brasil, em suas Diretrizes da Ação Evangelizadora, aponta-nos o caminho, convidando-nos a uma conversão pessoal e pastoral banhadas no acontecimento de Aparecida (CELAM): “escuta e fidelidade ao Espírito (DA, 366), impelindo-nos à missão: discípulos-missionários.

Termino, citando o Documento de Aparecida: “A Igreja necessita de forte comoção que a impeça de se instalar na comodidade, no estancamento e na indiferença, à margem do sofrimento dos pobres do Continente” (DA 362). “Vamos, com alegria, a todas as pessoas para compartilhar o dom do encontro com Cristo, que preenche nossas vidas de sentido e de esperança”, do jeito salesiano.

Bom congresso a todos e todas.
Obrigado.

Pe. Osmar Bezutte, SDB
Delegado inspetorial para a Família Salesiana









Idosos e enfermos recebem bênção especial

Na tarde do dia 14 de julho, o pároco de Santa Teresinha, Pe. Ademar P. de Souza, celebrou uma missa especial para os idosos e enfermos da comunidade paroquial. Sempre que há essa missa, o comparecimento de pessoas sem condições de se locomoverem por si, é facilitado pelo trabalho de voluntárias que buscam e levam essas pessoas de casa para a igreja e vice-versa.

Com esse trabalho voluntário, todos os que necessitam e desejam, recebem na igreja uma bênção especial para reconquista da saúde. Após a celebração é sempre servido um lanche a todos os presentes, que neste semestre teve a animação de um alegre grupo de forró, liderado por duas sanfoneiras da comunidade paroquial.


125 anos de queijo e rapadura

O diretor da comunidade salesiana de Santa Teresinha, Pe. Aramis F. Biaggi, celebrou em 14 de julho às 19h30, a missa festiva de comemoração pelos 125 anos de chegada dos salesianos no Brasil, em Niterói.

Durante a homilia, Pe. Aramis lembrou o especial carinho de Dom Bosco pelo Brasil, confirmado pela escolha de um salesiano dos mais queridos, Pe. Luís Lasagna, para coordenar essa missão e ainda pelo profético sonho do santo sobre Brasília, que tem, por causa desse sonho, Dom Bosco como seu padroeiro.

Ao final da celebração, Pe. Aramis convidou toda a comunidade a experimentar uma tradição salesiana, que é a de comer queijo com rapadura, conforme nos conta o artigo “Lazanha, queijo e rapadura”, veiculado pela edição de nº 19 do Jornal Santa Teresinha em Ação.

 


Cooperadores fazem compromisso
na presença de Conselheiro Geral

Os aspirantes Terezinha e Cláudio Garate Ramirez, do Centro Local Santa Teresinha, fizeram no último dia 12 de julho, seu compromisso público, tornando-se Salesianos Cooperadores, na celebração eucarística das 16h00.

A celebração foi presidida pelo Conselheiro Geral dos Salesianos de Dom Bosco para a América Cone Sul, Pe. Natale Vitali, que, vindo de Roma, encontra-se em visita à Inspetoria Salesiana de São Paulo. Concelebraram também, o Inspetor Pe. Marco Biaggi, o diretor da casa salesiana, Pe. Aramis Biaggi e o pároco Pe. Ademar P. de Souza.

A ocasião, além de muita emoção para os aspirantes, revelou-se surpresa, pois Pe. Natale, assim como o SC Cláudio, são originários do Chile. Após a celebração, os convidados confraternizaram-se no salão paroquial, onde puderam inclusive participar do lançamento do CD-Áudio do SC Cláudio, com exercícios de relaxamento, equilíbrio e auto-conhecimento, com o mesmo título de seu livro “Que imagem você quer ter?”.






“ A obra dos Cooperadores se
expandirá por toda a cristandade.
Pode ser uma ilusão,
mas eu acredito nisso.”
(Dom Bosco)

PROJETO JATAÍ
Pindamonhangaba – SP



Mais uma atividade apostólica é desenvolvida pela Associação na Província de São Paulo.
08 de dezembro de 2002. Esta é a data da inauguração das atividades.
Em 2004 o espaço utilizado teve a necessidade de ser ampliado.



O Projeto Jataí conta com dois edifícios: o primeiro remanescente do casarão-sede que atualmente é utilizado para atividades lúdicas (Teatro, Capoeira, Dança...) e outro, com o apoio da sub-prefeitura de Moreira César houve a construção de novas salas possibilitando novos projetos.

As necessidades não param e hoje ainda há a necessidade de novos espaços.

Os projetos desenvolvidos:
- Oratório Festivo Dom Bosco (finais de semana com atividades de cultura, lazer, esportiva e formação humana);
- Projeto Jataí (diariamente cursos profissionalizante de Cabeleireiro, Moda , Artesanato, Informática, Inclusão digital com livre acesso da comunidade);
- Provim Programa Vida Melhor (atende crianças de 7 a 13 anos no auxilio do processo pedagógico, lúdico e formação integral (Hora do Conto, Capoeira, Inglês, Jogos Educativos, Teatro, Atividades Esportivas e Iniciação de Informática);
- Projeto Camerata Jovem (pólo) - (oficinas de Musicalização – respiração, dicção, gestos, interpretação gráfica dos códigos de linguagem musical, conhecimento e interpretação de repertório musical);
- Projeto Guri (pólo) - Instrumentalização (Corda, Percussão, Sopro e Coral);
- Projeto Recomeço – Medida socioeducativa de liberdade assistida e prestação de serviço à comunidade (convênio com a Fundação Casa com jovens de 14 a 18 anos).

Rogemos a Deus para que abençoe todos os Salesianos Cooperadores e demais cristãos que apóiam esta iniciativa junto a juventude necessitada.

( Esta síntese foi extraída do TCC de Bacharelado de Neusa Maria Bellotti da Silva apresentado junto a UNISAL de Lorena no ano de 2007 ).

PROJETO JATAÍ
Rua Olympio Marcondes Azeredo, 281
Jardim Azeredo - Distrito Moreira César
Pindamonhangaba – SP



NOTICIAS DO SALESIANO COOPERADOR
ASPIRANTE AO SACERDÓCIO


Meus Pais,irmãos e amigos, são quase 4 meses que, como num passe de mágica, arrumei minhas malas, me desfiz dos meus pertences e sobretudo de 20 anos de história, amizade e missão pastoral, para me atirar numa grande aventura...  Correr atrás dos meus sonhos, realizar um projeto de vida, obedecer o chamado do Mestre Jesus, que há 25 anos me chamou para uma missão.
Hoje eu entendo que toda minha vida foi conduzida de maneira muito especial pelo bom Deus. Não foi e nem é uma vocação comum. Eu sinto que é um chamado dentro de outro chamado.
Ao longo da história Deus foi se manifestando aos poucos, isso criou muitas dúvidas, angústias, choros e desânimos ao longo da caminhada. Cheguei a dizer: é Deus, porque agistes assim comigo? e quantas  vezes eu peguei briga com Nossa Senhora Auxiliadora, minha maior amiga...  
Hoje eu começo a vislumbrar o grande amor de Deus para comigo. Em todos os momentos Ele esteve ao meu lado me apoiando e me protegendo.
Ele estava em cada um de vocês meus caros amigos(as) e familiares. Como vocês foram e são importantes pra mim.
Sou eternamente grato, estarão sempre em minhas orações. Eu não ousaria dizer o nome de todos, são dezenas.....Que Deus vos pague por tudo...


SC Roberto Vieira Nunes



SESQUICENTENÁRIO DE FUNDAÇÃO
DA CONGREGAÇÃO SALESIANA

Roma, 24 de junho de 2008
Natividade de São João Batista

Aos Irmãos salesianos da Congregação
Objeto: Sesquicentenário de fundação da Congregação salesiana

CARÍSSIMOS IRMÃOS,

apenas encerrado o Capítulo Geral 26, que foi um verdadeiro Pentecostes para todos nós, eis-nos a viver e a celebrar um novo evento de graça: o Sesquicentenário de fundação da Congregação salesiana por Dom Bosco.

Na noite de 18 de dezembro 1859, no Oratório de São Francisco, nos aposentos de Dom Bosco, reúnem-se alguns jovens com a finalidade de “promover e conservar o espírito de verdadeira caridade que se requer na obra dos Oratórios para a juventude abandonada e periclitante”: assim escreve o P. Alasonatti na ata daquele encontro. Lê-se ainda na mesma ata: “Aprouve portanto aos Congregados erigir-se em Sociedade ou Congregação, a qual, tendo como finalidade ajudar-se mutuamente para alcançar a própria santificação, se propusessem promover a glória de Deus e a salvação das almas, especialmente das mais necessitadas de instrução e de educação”.

O ano de 1859 é portanto o ano do nascimento da nossa Congregação. Desejo, por isso, propor a todos os Irmãos viverem o ano de 2009 como um ano de graça, recordando de onde vimos, quem somos e para onde vamos. Com esta celebração da nossa identidade carismática inicia também a peregrinação da urna de Dom Bosco por todas as Regiões da nossa Congregação e se abre deste modo a preparação para o bicentenário do seu nascimento em 2015.

Este acontecimento será vivido por todos nós como uma caminhada espiritual e pastoral, que iniciará com a solenidade de Dom Bosco, no dia 31 de janeiro de 2009, terá momentos salientes no dia 24 de junho, dia do seu onomástico, e no dia 16 de agosto, dia do seu nascimento, e culminará no dia 18 de dezembro de 2009 com a renovação da profissão por parte de todos nós, salesianos. Especial agradecimento a Maria será expresso no dia 25 de maio, solenidade da Auxiliadora. É-nos oferecido desta maneira “re-partir de Dom Bosco”, Fundador da nossa Congregação, da Família Salesiana e do vasto Movimento Salesiano.

Trata-se de tomar consciência da nossa identidade de pessoas consagradas, devotadas ao primado de Deus, à seqüela de Jesus Cristo obediente, pobre e casto, plenamente disponíveis ao Espírito, e justamente por isso totalmente dedicadas aos jovens. É uma identidade de se viver com alegria e manifestar visivelmente no fervor evangelizante, no amor pela salvação das almas, no ímpeto pastoral, que se inspiram no programa de vida de Dom Bosco: “Da mihi animas, cetera tolle”. A nossa identidade se deve portanto manifestar no fogo da paixão apostólica.

Durante o ano de 2009 acharemos tempo e modos para aprofundar, meditar e rezar as Constituições. Elas nos indicam a via da fidelidade ao carisma de Dom Bosco e à nossa vocação. Se no decorrer do ano tivermos refeito e redescoberto os empenhos de santificação traçados pela nossa Regra de vida, então a renovação da profissão de 18 de dezembro será o fruto de uma caminhada de conversão e o ponto de partida para uma renovada entrega de nossa vida a Deus pelos jovens. Dever-se-ão valorizar especialmente a preparação e a celebração da profissão perpétua deste ano. Dedicar-nos-emos também ao estudo do documento do CG26 para conhecer-lhe a letra e assumir-lhe o espírito. O documento capitular é o semblante da Congregação hoje.

Desde o início constituíram a Congregação salesiana aqueles jovens do oratório, que se tinham deixado envolver pela paixão apostólica de Dom Bosco e pelo seu programa de vida. O ano de 2009 pede-nos racontemos aos jovens a história dos inícios da Congregação de que eles foram “co-fundadores” com Dom Bosco, e pede-nos outrossim envolvê-los cada vez mais no empenho apostólico pela salvação de outros jovens. O envolvimento apostólico dos jovens é o terreno natural em que cresce a vocação consagrada salesiana. São tantos os jovens no mundo que, partindo do empenho apostólico, se deixam também hoje fascinar por essa vocação. Tenhamos a coragem de propor-lhes a esses jovens a vocação consagrada salesiana! Faço votos por que este sexênio, a partir desta ocorrência do Sesquicentenário da nossa Sociedade, seja realmente um período de grande fecundidade vocacional.

A Estréia para 2009 nos estimula a considerar a nossa tarefa na Família Salesiana. Nascidos há 150 anos como Congregação, temos a consciência de que o nosso Pai não pensou somente em nós, mas desde sempre desejou criar um “vasto movimento de pessoas que, de várias maneiras, trabalham para a salvação da juventude” (C 5). Nele e na Família Salesiana temos especiais responsabilidades. Fomos pensados como evangelizadores dos jovens e como animadores de uma família carismática.

Desde agora nos caminhos formativos e espirituais, pessoais, comunitários e inspetoriais, poder-se-ão ter presentes estas especiais indicações. Constituí para isso uma Comissão, coordenada pelo Conselheiro para a formação: ela vos oferecerá nos próximos meses alguns subsídios a respeito.
O Espírito de Cristo nos anime neste caminhar; N. Sra. Auxiliadora nos sustente com a sua solicitude materna; Dom Bosco seja nosso modelo e intercessor.

Cordialmente no Senhor,

P. PASCUAL CHÁVEZ VILLANUEVA
Reitor-Mor


PROVÍNCIA DE BELO HORIZONTE
CONFIRMANDO A CAMINHADA...

22/02/2008 - Promessa de nova Salesiana Cooperadora, em Campos dos Goytacazes/RJ, Viviane Caldas Faria dos Santos. Celebração presidida por Padre Carlos Sebastião da Silva, com a presença dos Salesianos Cooperadores de Campos, coordenados por Edilma Souza; e, de representante do conselho provincial, Beatriz Mateus Pereira, responsável pela formação.

10/04/2008 - Nomeação do novo delegado para a Família Salesiana da ISJB. Deixa o cargo o Pe Paulo César Terra e em seu lugar assume o Pe Jurandyr Azevedo.

26/04/2008 - Retiro da Família Salesiana, entre os grupos da região de Araxá e Uberlândia/MG. Tema: Eduquemos com o coração de Dom Bosco (estréia 2008). Dirigido por Pe Jurandyr Azevedo, com a participação da Coordenadora Provincial dos Salesianos Cooperadores, Leila Castro. Pe Jurandyr também fez uma abordagem sobre o XXVI Capítulo Geral.  

24/05/2008- Promessa de novas Salesianas Cooperadoras, em Goiânia/GO, Márcia Fleury, Maria Darcy Ferreira, Vilma de Oliveira, Yasmini Abdo. Celebração presidida pelo P. Pedro Sottani, com a presença do delegado inspetorial P. Jurandyr Azevedo.

SC Beatriz (Formadora Provincial BBH)

 
 

 
 



® 2008 Salesianos Cooperadores Brasil - © Todos os direitos reservados

 
     
secretaria@salesianoscooperadores.org
formacao@salesianoscooperadores.org
administracao@salesianoscooperadores.org
giseldafigueiredo@hotmail.com
migueis04@uol.com.br
robertovieira_nunes@hotmail.com
delegada_fma@salesianoscooperadores.org
delegado_sdb@salesianoscooperadores.org
sscc@salesianoscooperadores.org



Conselho Mundial
SDB Casa Geral
FMA Casa Geral
Vaticano
CNBB
União pela Vida
Ex-Alunos Mundial
 
         



Alto da página




Brulars e Schatzmann